Archives for : abril2016

Cuidado com o que Fala – Ilustrações para Sermões

Um pai de família chega em casa após cansativo dia de trabalho. Durante o jantar ele se põe a contar com entusiasmo acerca de um incêndio criminoso ocorrido na cidade, entrando em minuciosos detalhes da ação do incendiário.

Depois da refeição saiu em companhia da esposa, para uma breve caminhada. Entretanto, não havia passado nem meia hora quando foi chamado às pressas.

De longe pôde perceber que as chamas tomavam conta da sua casa. As labaredas consumiam com voracidade o lar que até há poucos minutos abrigava sua família. Ao longe gritou:
– Meu Deus, meus filhos!? 

Para seu alívio, encontrou-os no quintal, protegidos embaixo de uma árvore. Logo sua preocupação se volta para o incêndio:
– Quem teria feito isso? Não tenho inimigos…

Andando de um lado para outro e praguejando, ele concluiu:
– Foi um acidente… só pode ter sido um acidente.

Foi conversar com os filhos e um deles, de oito anos, confessou (em lágrimas) ter sido ele quem colocou fogo na cortina.

Por que? Estava apenas copiando os pormenores da descrição do incêndio criminoso feita pelo pai à hora do jantar.

Devemos considerar que o mal não merece comentários em momento algum, a menos que seja para ser corrigido.

As coisas más nem se nomeie entre vós,
como convém a santos.
Efésios 5.3

Compartilhar

A Loja de Cruzes – Quero trocar a minha Cruz

Um cristão carregava sua cruz resignadamente quando avistou uma “Fábrica de Cruzes”. Entrou na loja da fábrica e perguntou:
– Vocês aceitariam a minha cruz à base de troca? É uma boa cruz, mas, já não estou mais aguentando o seu peso.
– Sem problemas, meu amigo. Escolha à vontade.

Passou, então, a experimentar várias cruzes, mas, nenhuma delas lhe agradava. Reclamava de todas:
– Essa é muito grande!
– Essa é muito longa!
– Essa é muito feia!
– Essa é muito mais pesada que a minha!
– Essa é muito áspera!
– Essa é muito fedida!
– Essa é muito…

Por horas, ele revirou a loja inteira, mas, justamente quando o vendedor estava quase perdendo a paciência, finalmente ele encontrou uma cruz de que gostou. Parecia ter sido feito sob medida para ele.
– Vou ficar com essa. Então, quanto lhe devo?
– Você não me deve nada, meu amigo. Nessa confusão toda, o senhor acabou escolhendo a sua própria cruz.

Se alguém quer vir após mim,
negue-se a si mesmo,
tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
Lucas 9.23

Eu acredito na sua Causa!

Conta-se que durante a guerra da independência norte americana, um rapaz se aproximou do general Jorge Washington e lhe disse:
– Meu general, quero que saibas que creio de todo coração em ti e na causa que defendes.

Washington agradeceu firmemente aquelas palavras e lhe perguntou:
– Em que regimento estás servindo, meu jovem?
– Eu não estou no exército, senhor, sou um civil.

Ao que o general replicou:
– Se você realmente crê em mim, como diz, e também na causa que defendo, una-se ao exército imediatamente, pegue uma farda e suas armas, e venha para a luta.

Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo – II Timóteo 2.3

O Cristão pode fazer Tatuagem? – A Tatuagem na Bíblia

a tatuagem na bíblia

Bom dia Povo de Deus! hoje vou abordar um tema de conflito entre alguns cristãos, a Tatuagem na bíblia, ou melhor, a tatuagem no conceito cristão.

Com o passar do tempo a Tatuagem tanto definitiva quanto as versões temporárias tem tornado-se cada vez mais frequentes, o que no passado era considerado um sinal de rebeldia hoje já não expressa tão claramente a visão rebelde.

Com a popularidade da Tatuagem no mundo e o cristão vivendo no mundo parece que ficou inevitável que isso virasse tema dentro do mundo cristão e pior que isso, virou tema de discórdia no cristianismo.

A Pessoas que dizem não ser correto o uso de tatuagem, tem como base essa passagem bíblia:

Não façam cortes em seus corpos por causa dos mortos, nem tatuagem em si mesmos. Eu sou o Senhor. (Levíticos 19:28)

Usando o principio básico da interpretação onde se deve levar em conta o contexto e a linguagem original, esse texto NÃO serve como uma proibição ao uso de tatuagens e vou explicar a razão de maneira simplificada.

1º O Texto acima se referia a um ritual pagão de velório, onde as pessoas marcavam o seu corpo em sinal de TRISTEZA.

2º A Palavra original hebraica usada aqui não está plenamente relacionada a marcas com tinta no corpo, é uma palavra que é usada também para “INCISÃO” porque se referia a uma marca feita no corpo por meio de cortes e perfurações.

EBA! então quer dizer que ta liberado na bíblia eu tatuar o meu corpo?!?

Não! isso que expliquei acima, quer dizer que o texto usado por evangélicos não é válido para proibir a tatuagem.

Porém, o estilo de vida Adventista é incompatível com a Tatuagem; É sabido por todos que os adventistas tem um estilo de vida voltado a manter o corpo saudável, livre de impurezas e em plena faculdades mentais e físicas.

O que ninguém nunca procurou saber na hora de fazer uma tatuagem é se é saudável penetrar tinta em seu organismo e qual a composição das tintas. Vou deixar no final da postagem o link para alguns estudos científicos para quem quiser se aprofundar no assunto.

Primeiro, todas as tintas, eu repito, TODAS as tintas contém metais em suas composições e em um estudo na europa foi constatado que parte desses metais são cancerígenos. Quando se é adventista e a preocupação com saúde aumenta, aprendemos importância de começar a tirar metais da alimentação, fazendo nosso próprio pão e se abstendo de alimentos industrializado. Se você segue tudo isso e faz tatuagem está perdendo o seu tempo.

É claro que um tatuador vai falar que as tintas passam pela aprovação da avisa e bla bla bla. Mas não se esqueça que a anvisa aprova diversos outros alimentos industrializados que destroem nosso organismo.

Segundo, esse estudo, ao analisarem a pele de 20 pessoas, 18 dessas pessoas apresentaram doenças de pele.

Alem disso um outro estudo a respeito de uma bactéria resistente a antibióticos “Staphylococcus aureus” mostrou que ela está fortemente associada a pessoas tatuadas.

concluindo, se você pesquisar nos repositórios de artigos científicos, encontrará muitos artigos que relatam as doenças associadas a tatuagem. Logo, um cristão que pretende ter o seu corpo como templo do espirito santo, NÃO DEVE se tatuar.

 

Artigos Interessantes:
http://www.esmeraldazul.com/pt/blog/tatuagens-perigos-que-a-tinta-pode-esconder/
http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1205114

Se Deus é bom, por que sofremos?

por que sofremos?

A Dúvida mais “clichê” de todo o ser humano ao passar das gerações! Alguns filósofos usam a dor, o sofrimento e o mal para refutar a existência ou a bondade de Deus. Mas será que a BÍBLIA tem alguma resposta para essa questão milenar?

Sob um sol escaldante e um clima tenso estão um conjunto de soldados alinhados e em ordem, porém o propósito deles não é a guerra e sim o luto. Eles estão em uma cerimônia fúnebre de um colega de batalha, um herói de guerra que passou anos no Afeganistão sob fogo pesado e sobreviveu a guerra no Afeganistão, exatamente! não foi a guerra que o matou!
após voltar para casa esse jovem soldado foi atropelado por um motorista embriagado.
Sobreviveu anos na guerra, porém foi morto em poucos dias em uma teórica “paz” do centro urbano.

Dentre todos os pensamentos existentes em suas mentes o mais constante era:”A vida não é justa

Como entender a posição de Deus na situação citada acima? para isso vamos abrir a bíblia no texto:

Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo;
Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.
E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio?
E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.
Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.
Mateus 13:24-30

Veja nessa passagem bíblica que o homem aqui representa Deus, que plantou coisas BOAS na terra, porém veja só, inimigos plantaram coisas ruins.

Assim, o sofrimento, a dor e o mal não foram plantados por Deus e sim plantados pelo inimigos de Deus. Aquele jovem soldado não foi atropelado por algo feito por Deus, e sim por um construção humana, dirigida por um humano que deu lugar as más sementes.

E nessa passagem tem uma grande promessa: Chegará o dia em que Deus vai separar as coisas boas da más, as pessoas boas, das pessoas más.

“Se Deus fez criaturas livres, e se é bom ser livre, então a origem do mal está no uso indevido da liberdade” (Norman Geisler)

“Eu mesmo te plantei como vide excelente, uma semente inteiramente fiel: como pois te tornaste para Mim uma planta degenerada, de vide estranha?” Jeremias 2:21

Uma história de amor, Correio Elegante – Ilustração para Sermões

Depois de um bom tempo sem se verem, duas grandes amigas se reencontram e começam a colocar a conversa em dia.

– Você casou, amiga? Que legal! Fale-me do seu marido, onde vocês se conheceram?
– Ah! Nem te conto, amiga. Foi até engraçado, respondeu a outra. Depois que nos mudamos, conheci um monte de gente nova, entre elas, um rapaz muito bonito, militar, porte atlético… tudo de bom.

– Começamos a namorar, mas, logo ele foi transferido para bem longe. Isso nos fez sofrer muito, mas ele partiu prometendo solenemente escrever-me todos os dias. E, por longo tempo, ele cumpriu com fidelidade o prometido.

– Todas as manhãs eu esperava o carteiro lá no portão, que já até sabia meu nome: “Bom dia, dona Juliana, mais uma cartinha para a senhorita!”

– Mas, com o tempo as cartas foram diminuindo, diminuindo e se tornando cada vez mais frias e rotineiras. Eu ficava tão triste que até o carteiro percebia e tentava me consolar: “Não fique triste dona Juliana, no fim tudo vai dar certo”.

– Até que um dia ele mandou uma carta terminando o nosso namoro. Ponto final!

A amiga não entendeu muito bem:
– Sim, e daí? Ele se arrependeu? Voltou de joelhos? Apareceu de repente com uma aliança? Conte amiga!

– Não, nada disso. Eu acabei me apaixonando pelo carteiro. Sempre tão simpático, tão atencioso, tão carinhoso. Já estamos casados há 5 anos e eu não me canso de agradecer a Deus por tê-lo colocado em meu caminho.

A Conexão do Milho

Um fazendeiro todos os anos ganhava um Prêmio de Qualidade pelo excelente milho que colhia e levava ao festival do milho.

Um repórter decidiu fazer uma matéria sobre o assunto e acabou aprendendo algo interessante sobre o cultivo de milho.

Quando o fazendeiro lhe contou que sempre dava de sua melhor semente para seus vizinhos, ele perguntou:
– Mas, eles estão competindo com você! Porque lhes dar da sua melhor semente?

– Por causa do vento! O vento nos conecta. O vento leva o pólen de um campo a outro. Se meus vizinhos cultivam milho inferior, a polinização degradará a qualidade de meu milho. Se eu quero cultivar milho bom, eu tenho que ajudar meu vizinhos a melhorar o milho deles.

Inferno não existe! Estudo da Palavra Inferno na Bíblia

Quando você acredita em um tormento eterno que fica embaixo da terra, sinto lhe dizer que você é mais pagão do que cristão. Pois no original em momento algum a bíblia fala que o pecador condenado vai viver em tormento.

As passagens que os “pretensos cristãos” usam como apoio sofreram uma tradução inadequada dando assim um sentido pagão no versículo.

A ideia de um lugar debaixo da Terra para tormento dos maus nasceu da mitologia romana (basta ler a Eneida de Virgílio para nos cientificarmos desta realidade), daí a origem da palavra inferno – do latim inferi, inferior, que vai para baixo.

Usaram essa palavra para traduzir alguns palavras encontradas na bíblia: o hebaico “sheol” e dos gregos “Hades”, “Geena” e “Tártaro”.

O Hebraico Sheol: Era o lugar para onde iam os mortos e era sinônimo de silêncio, descanso e sepultura. Nunca houve em hebraico um lugar suplicio dos mortos. É o termo mais comum na bíblia, aparece 62 vezes. É uma palavra dificil de ser traduzida em nossa língua por isso muitas vezes ela fica em seu original.

A Passagem Gen 42:38 usa a palavra Sheol, tente colocar a palavra inferno nela e veja se faz sentido.

 

O Grego Hades: Essa palavra foi impregnada por conceitos pagãos dos gregos, de forma que no novo testamento muitos dos escritores evitavam usa-la, como Paulo que costumava usar a palavra Yanate (morte). Mas a tradução literal dela é a apenas “Um lugar onde não podem ver” ou “Um lugar onde não pode-se ver”.

De acordo com a Bíblia todos os que morrem, quer sejam bons, quer sejam maus descem á sepultura, ao lugar do esquecimento e ali esperam até o dia da ressurreição quando então receberão a recompensa. Apoc. 22:14.

Muitas das traduções modernas da Bíblia, mais fiéis aos originais hebraico e grego, preferem manter estas palavras transliteradas, por expressarem melhor o que elas significam.

Vamos ver um exemplo entre traduções antigas e novas:

Na ACRF – Mateus 16:18 Diz: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” (Mateus 16:18)

Na NTLH -“Portanto, eu lhe digo: você é Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e nem a morte poderá vencê-la.”

Outro exemplo:

Mateus 11:23:

NVI – “E você, Cafarnaum: será elevada até o céu? Não, você descerá até ao Hades! Se os milagres que em você foram realizados tivessem sido realizados em Sodoma, ela teria permanecido até hoje.”

ACRF – “E tu, Cafarnaum, que te ergues até ao céu, serás abatida até ao inferno; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje.” (Mateus 11:23)
As palavras sheol em hebraico e hades em grego eram usadas para sepultura, não trazendo nenhum sentido de sofrimento e castigo eterno.
Geena apenas figurativamente foi usada por Jesus como um símbolo das chamas destruidoras dos últimos dias por causa do envolvimento da palavra nos acontecimentos anteriormente descritos.

Como estudar a Bíblia Sozinho – Dicas para uma interpretação correta

Bom dia Pessoal! Boa Segunda Feira a todos!

Conta-se a história que um rapaz muito apaixonado resolveu escrever um livro para contar a história de seu amor por sua namorada, o livro dele no final não fez muito sucesso, poucas pessoas compraram e nem todas leram ele, mas para uma pessoa tinha esse livro como o seu livro predileto: Sua amada namorada. Quando perguntavam a ela porque ela gostava tanto do livro, ela respondia: Porque eu amo o Autor do livro.

A Bíblia de igual modo é uma carta de amor escrita ao amor da vida de Deus pelo qual ele deu a vida do seu próprio filho. E nós cristão se amarmos o autor, temos que ter a Bíblia como o nosso livro preferido.

As pessoas por vezes começam a estudar a bíblia e não terminam por diversos motivos diferentes, algumas não tiram tempo para estuda-la, porém é importante entendermos a necessidade de ler a declaração de amor de Deus por nós para lembrarmos que não estamos só.

Vou Reunir algumas dicas para o estudo da bíblica.

1º Tenha humildade:

Muitas vezes as pessoas começam a ler a bíblia para provar algo que pensam ou para encontrar passagens que apoiem as suas doutrinas ou as doutrinas de suas instituições. Esse é um erro grotesco.
Antes de ler a bíblia, tenha consciência de que é um livro feito por uma inspiração superior a você;

Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor.
Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. (Isaías 55:8,9)

2º Procure Deus em cada versículo.

As pessoas começam a leitura da bíblia e quando chegam nas genealogias ou nos conflitos de reis começam a questionar as vezes o motivo daquilo estar sendo registrado na carta de amor de Deus. Quando for ler qualquer versículo procure entender onde Deus estava naquele momento. No conflito dos Reis por exemplo, Deus estava abençoando os Reis que seguiam os seus ensinos e castigando para tentar recuperar os maus reis.

3º Considere o Tempo em que foi escrito:

Muita gente não considera isso, mas isso é primordial. Muitos conselhos dentro da bíblia eram úteis para o tempo em que a carta foi escrita. Paulo por exemplo aconselha os escravos a serem obedientes e as mulheres a ficarem caladas na igreja, esses conselhos só serviam na sociedade dele onde esses atos podiam causar grande danos ao escravo ou a mulher.

4º Não seja dogmático;

Não assuma suas verdades como verdades bíblicas, as vezes o erro de interpretação é querer que o seu pensamento pessoal seja o expresso na bíblia.

5º Deixe a Bíblia interpretar a si mesma.

A bíblia é muito completa, as vezes você encontrará um versículo complicado, quando isso acontecer, guarde o mesmo e continue a ler a bíblia, provavelmente você encontrará a resposta nela mesma.

A Doação da Cervejaria, trapaceando o Diabo

Numa pequena cidade dos Estados Unidos, havia uma igreja bem tradicional e uma fábrica de cerveja.

O pastor não poupava ataques à cervejaria em suas pregações.

Por razões pouco esclarecidas, a fábrica resolveu fazer uma doação de 150 mil dólares para a igreja, gerando um grande tumulto na cidade.

Os membros mais ortodoxos foram unânimes em denunciar que aquela quantia era um suborno satânico, que não poderia ser aceito.

Passada a exaltação dos primeiros dias, acalmados os ânimos, os mais ponderados começaram a analisar os benefícios que aquele dinheiro poderia trazer às instalações da igreja e, consequentemente, para toda a comunidade, como a reforma do salão de festas, por exemplo.

Reuniu-se, então, a igreja em assembléia para uma tomada de decisão. Depois de muita discussão a proposta foi aceita e registrou-se o seguinte no livro de atas:

“Por maioria de votos, resolveu-se aceitar a doação de 150 mil dólares feita pela cervejaria na firme convicção de que o diabo ficará furioso quando souber que o seu dinheiro vai ser usado para a glória de Deus”.