A Loja de Cruzes – Quero trocar a minha Cruz

Um cristão carregava sua cruz resignadamente quando avistou uma “Fábrica de Cruzes”. Entrou na loja da fábrica e perguntou:
– Vocês aceitariam a minha cruz à base de troca? É uma boa cruz, mas, já não estou mais aguentando o seu peso.
– Sem problemas, meu amigo. Escolha à vontade.

Passou, então, a experimentar várias cruzes, mas, nenhuma delas lhe agradava. Reclamava de todas:
– Essa é muito grande!
– Essa é muito longa!
– Essa é muito feia!
– Essa é muito mais pesada que a minha!
– Essa é muito áspera!
– Essa é muito fedida!
– Essa é muito…

Por horas, ele revirou a loja inteira, mas, justamente quando o vendedor estava quase perdendo a paciência, finalmente ele encontrou uma cruz de que gostou. Parecia ter sido feito sob medida para ele.
– Vou ficar com essa. Então, quanto lhe devo?
– Você não me deve nada, meu amigo. Nessa confusão toda, o senhor acabou escolhendo a sua própria cruz.

Se alguém quer vir após mim,
negue-se a si mesmo,
tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
Lucas 9.23

Compartilhar

Comentários encerrados.