Arrogância a Bordo – Ilustração

O diálogo abaixo é contado como verídico e teria sido travado no ano de 1951 entre um navio militar estrangeiro e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland, numa noite de muita nebline.

O comandante do navio avistou uma luz em rota de colisão com ele e solicitou:

– Favor alterar seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com nossa embarcação.

Os canadenses responderam de pronto:

– Recomendamos mudar o seu curso 15 graus para sul.

O comandante ficou mordido:

– Nós somos um navio militar… repito, mude o seu curso. arrogância à bordo

Mas o canadense insistiu:

– Recomendamos mudar o seu curso 15 graus para sul para evitar colisão.

O capitão ficou alterado e berrou ao microfone:

– Fique sabendo que o meu navio é um porta-aviões e que estou acompanhados destroyers e fragatas.. Exigimos que vocês mudem o seu curso 15 graus ao norte, IMEDIATAMENTE.

E o canadense calmamente respondeu:

– Isso é impossível, senhor, nós somos um FAROL, estamos num rochedo!

Depois de um breve e constrangedor silêncio, o canadense repetiu calmamente:

– Recomendamos mudar o seu curso 15 graus para sul. arrogância à bordo

“Abominável é ao Senhor todo arrogante de coração; é evidente que não ficará impune” – Prov 16.5.

Compartilhar

Comentários encerrados.