“Dizem” que Amam a Deus, Mas, envergonham a Deus

julgareerrado

“Você tem a certeza de que é guia dos cegos, luz para os que estão na escuridão, orientador dos que não têm instrução e professor dos jovens. Você está certo de que encontra na lei a apresentação completa do conhecimento e da verdade. Você, que ensina os outros, por que é que não ensina a você mesmo?” (Romanos 2:19-21)

Quando Paulo, escreve em sua carta para Roma o texto acima, ele direcionava a mesma a um grupo específico: O Judeus, eles tiveram por muito tempo um grande privilégio quando se fala em “conhecimento de Deus”, citados na bíblia como povo escolhido por Deus, tinham pleno conhecimento da Lei e da vontade de Deus, porém no capitulo 2 de romanos, Paulo repreende duramente os Judeus, e por uma atitude muito comum hoje entre os cristãos: “O hábito hipócrita de julgar-se digno de sentenciar o próximo”.

Quantas pessoas, sentindo a necessidade espiritual de aproximar-se de Deus, não procuram mais uma igreja, por receio de serem julgadas pelas pessoas que ali se encontram; E de fato, elas não pensam errado, hoje o que era para ser uma “casa de oração para todas as nações […] (Isaías 56:7)” virou um tribunal onde aqueles que acusam são os mesmo que dão a sentença.

Com isso, o mundo tem blasfemado o nome de Deus por causa do cristão (Rom 2:24) dizendo: _ Se for para ser igual o fulano, prefiro nem ir a igreja!

Imagino o quanto triste isso deve ser para Deus…

Sei que muitas dessas pessoas professam diariamente o seu amor por Deus, porém não aprenderam nada com Ele, são pessoas que poderiam seguir os mesmos passos que Jesus mas não o reconheceriam, pois, estão a procura de um castigador e vingador, porem, Jesus é um reconciliador e redentor. Tenha isso em mente, irmão que julga! da mesma forma que Jesus pode redimir a todos de qualquer pecado, ele também deseja redimir a você do seu pecado. Tenha humildade e aceite a redenção imerecida de Deus.

Compartilhar